Fim do dia. Com sua meta diária cumprida…
O Ser volta para casa
Meta de sobreviver, apenas sobreviver, muito menos que viver
Sem saber, O Ser volta para casa

Cada passo é seguido por um arraste
Esta bola
Maldita bola de ferro
Presa ao pé Do Ser.

We don’t need no education
We don’t need no thought control

O dia passou igual, controlado
Tantos sonhos desfeitos
Desfeitos pelo marasmo da Rotina
Divina Rotina

De feito na máquina da vida
De feito para defeito, um sentimento de vazio
Separa muito mais do que silabas
Separa a ação da satisfação

No dark sarcasm in the classroom
Teachers leave them kids alone
Hey! Teacher! Leave them kids alone!

O que fez O Ser assim?
Onde a ponte partiu?
Em que momento Ele decidiu seguir os passos…
Seguir os passos do marasmo

Passos curtos, pesados
Já na estação, segue a fila
Centenas, milhares De Seres
Em uma marcha lenta

Em uma lenta marcha simples
Basta subir a escada da estação
Mas todos sobem no mesmo ritmo
Parecem escutar alguma música

All in all it’s just another brick in the wall
All in all you’re just another brick in the wall

Parecem ser iguais
Todos eles, parecem um só
Costas doídas, ombros envergados
Olhar fixo naquele ponto, no chão

Onde aprendem a ser assim?
Onde aprenderam a cadência universal?
Todos se entregam em seus próprios pensamentos
ou ausência deles

Na distância entre a ação e a satisfação
Entre o feito e o defeito
Entre cada um, todos sozinhos
Apenas subindo os degraus da estação

“Wrong, Do it again!”
“Wrong, Do it again!”

Dia após dias
Subindo cada degrau, no ritmo universal
Como se cada dia fosse uma nova lição
Como se cada dia fosse uma repetição

Como se… como se adiantasse pensar
Ou refletir,
Ou mesmo agir
Apenas sobem os degraus

Em busca de uma saída para a noite
Em busca de uma brisa para respirar
Pois amanhã, os desgraus estarão lá
Ditando a cadência da marcha

All in all you’re just another brick in the wall
All in all you’re just another brick in the wall

O Ser, Os Seres, as pessoas
Tantos desejos, tantos pensamentos
Porém a mesma marcha
A mesma cadência dia após dia

Será que esta cadência existe mesmo?
Será que estes degraus da estação ditam?
Será que cada um…
Será que cada um percebe?

E se percebesse….?